DestaqueNorte de GoiásPolíticaPorangatuSaúde

Caiado inaugura primeiras UTIs do norte goiano

Estado fará repasse de R$ 4,1 milhões à Prefeitura para manutenção dos leitos pelos próximos seis meses.

Em visita a Porangatu, região Norte do Estado, o governador Ronaldo Caiado ativou 24 leitos, sendo 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 14 de enfermaria, no Hospital de Campanha do município, que está funcionando na unidade municipal. Todos serão dedicados exclusivamente ao tratamento de pacientes com Covid-19. Essas são as primeiras UTIs em funcionamento no Norte goiano.

Estado fará repasse de R$ 4,1 milhões à Prefeitura para manutenção dos leitos pelos próximos seis meses.
Estado fará repasse de R$ 4,1 milhões à Prefeitura para manutenção dos leitos pelos próximos seis meses. Foto: Júnior Guimarães

A unidade deverá atender, prioritariamente, a macrorregião Norte, que tem população aproximada 1,1 milhão de habitantes. Os novos leitos entram em funcionamento com a parceria firmada entre o Governo de Goiás, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES), e a prefeitura municipal. Com portaria de repasse fundo a fundo, a SES vai transferir para o município R$ 4,1 milhões durante seis meses, ou seja, R$ 684,3 mil mensais. O primeiro repasse previsto para segunda-feira (1º/06) foi antecipado.

A unidade também terá repasse do governo federal, por meio do Ministério da Saúde. É que a portaria ministerial 568 prevê o custeio para a habilitação temporária de leitos de UTI Adulto e Pediátrico para atendimento exclusivo de pacientes com a Covid-19. A complementação será com uma diária de R$ 1.600 por leito.

Prefeito de Porangatu, Pedro Fernandes ressaltou que o País vive duas crises: a causada pelo coronavírus e a política, e enalteceu Ronaldo Caiado por lutar, em meio a esse cenário, para salvar vidas. “O que precisamos agora é dar as mãos e sermos solidários”, afirmou, agradecendo a forma republicana com que o governador vem conduzindo o Estado.

“A gente vê hoje um sonho se tornar realidade. Precisávamos de um político médico, de um secretário médico para entender o que o Norte precisava. Parabéns pela visão, parabéns por saber o quanto a população sofre aqui no Norte goiano”, relatou a secretária de Saúde de Porangatu, Carla Marques. Ela explicou que com a estrutura montada será mais fácil a atração de novos especialistas para a região.

 

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar