Norte de Goiás

Governador garante retomada do desenvolvimento de Minaçu

Há seis anos, a empresa aguardava a liberação da licença que chega em um momento que a população sofre com o fechamento da Sama.

Em sua terceira visita desde que assumiu o Estado, o governador Ronaldo Caiado anunciou a entrega da licença ambiental à Mineração Serra Verde, que investirá cerca de R$ 580 milhões, gerando ao longo dos 18 meses de implantação, mais de 1,5 mil empregos diretos e seis mil indiretos. Desde 2013, a empresa aguardava a liberação da licença que chega em um momento que a população sofre com o fechamento da Sama.

“Graças ao trabalho do nosso governo, em especial à Secretaria Estadual do Meio Ambiente, cumprimos a nossa palavra e avançamos na autorização da licença, que entregaremos ao presidente da Serra Verde para que comece a instalação da mineradora, que será responsável pela exploração de terras raras”, disse o governador. Caiado ainda destacou que o povo está com vontade de ter sua carteira assinada, voltar ao trabalho, e ter o seu sustento e que não existe programa social mais importante do que garantir emprego ao cidadão.”

Esta é a terceira visita do governador Ronaldo Caiado à Minaçu, desde que assumiu o Estado.
Esta é a terceira visita do governador Ronaldo Caiado à Minaçu, desde que assumiu o Estado. Foto: Comunicação Governo

A Secretária de Meio Ambiente, Andréa Vulcanis, destacou que a entrega do documento encerra a semana, em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, com chaves de ouro. “Tivemos uma semana intensa. Lançamos o programa Juntos Pelo Araguaia, de recuperação e revitalização ambiental. Hoje, tenho a honra de contar que estamos fechando a semana com 53 licenças ambientais, 350 outorgas e a nossa tão esperada licença de Minaçu, da empresa Serra Verde”, enumerou.

Marco na história

O prefeito do município, Zilmar Duarte, considerou a ocasião um marco para a história do município. “Hoje é um dia ímpar para nossa cidade, e me sinto lisonjeado, pois considero um reinício para Minaçu. Essa licença e as demais outorgas, que nos trouxeram de surpresa, foram um verdadeiro presente para o nosso povo. Todos sabem que a mineração é o berço da renda econômica de nossa cidade”, declarou.

Serra Verde já aplicou em Minaçu mais de R$ 270 milhões em pesquisa sobre os minerais presentes na região.
Serra Verde já aplicou em Minaçu mais de R$ 270 milhões em pesquisa sobre os minerais presentes na região. Foto: Comunicação Governo

O vice-presidente executivo da Serra Verde Mineradora, Luciano de Freitas Borges, afirmou que a missão é fazer renascer o espírito minerador de Minaçu. “Queremos contratar ao máximo de mão de obra local. Nossa prioridade será cada vez mais integrarmos essa comunidade e agregarmos valor à economia do município”, projetou. Luciano adiantou que Minaçu contará com cerca de R$ 1,5 milhão circulando em salários dos trabalhadores, e que a Serra Verde deve gerar entre R$ 28 milhões e R$ 32 milhões em impostos.

Antes do investimento para a implantação do empreendimento, a mineração Serra Verde já aplicou em Minaçu mais de R$ 270 milhões em pesquisa sobre os minerais presentes na região. Após as obras, a empresa irá explorar o concentrado de terras raras, composto de 17 elementos químicos que pode ser utilizado em várias aplicações: produção de ímã de alta potência (usado na geração de energia limpa, como turbinas eólicas e carros elétricos), catalisadores na indústria de petróleo, equipamentos médicos (ressonância magnética, laser), produção de luminescentes para a indústria óptica eletrônica e fabricação de supercondutores.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar