Norte de Goiás

Irmão de menina estuprada e morta é preso suspeito do crime

Ele teria participado do crime com um amigo, preso anteriormente.

Foi preso na tarde desta sexta-feira (06), Wanderson Aires (22 anos), o irmão da Andressa de 12 anos que foi estuprada e morta há exatamente um mês em Talismã, Sul do Tocantins.

Ele foi preso no trabalho e é suspeito de ter participado do crime com juntamente com o amigo Wildemarques Dias Alves. Em seguida, foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Gurupi, onde deve aguardar decisão da Justiça

Wildemarques foi preso na terça-feira (03) em Ponte Alta do Tocantins.

De acordo com as investigações, a menina teria sido estuprada e morta depois de terem batido com a cabeça dela no muro e com tijoladas e ainda 12 facadas.

A motivação do crime seria que a jovem estaria mantendo um relacionamento com uma terceira pessoa.

Em 2018, Andressa já havia denunciado Wildemarques por estupro.

Andressa desapareceu na noite de 06 de fevereiro e o último dia de aviso de trabalho dele foi 07 de fevereiro. O corpo da menina foi encontrado em um matagal dia 11, quase em frente a casa da família. No dia 14 de fevereiro, Wildemarques havia saído do município.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar